O governo do estado anunciou que atenderá 40 munícipes de Arujá pelo Programa “SP Acolhe”, lançado pelo governador João Doria hoje (29) no Palácio dos Bandeirantes, que visa a oferecer auxílio mensal de R$ 300 a famílias vulneráveis que perderam ao menos um integrante do núcleo familiar por Covid-19 desde o começo da pandemia. Este é um dos benefícios do Bolsa do Povo, informou o governo estadual. A secretária municipal de Assistência Social, Marina Bernardo da Costa Antonio, compareceu ao lançamento, que contou ainda com a presença da secretária estadual de Desenvolvimento Social de São Paulo, Célia Parnes.
A iniciativa vai beneficiar famílias inscritas no CadÚnico com renda mensal de até três salários-mínimos que tenham perdido ao menos um familiar vítima de COVID-19, podendo ser pai, mãe, avô, avó, filho, filha ou outro parente, desde que a morte tenha ocorrido dentro do núcleo familiar. O programa considera todas as estruturas familiares, exceto a unifamiliar (uma única pessoa), com filhos de todas as idades.
Veja a seguir os critérios de elegibilidade: 
Famílias inscritas no CadÚnico até 19/02/21
Com renda familiar per capita de até 3 S.M.
Que registraram ao menos 1 óbito por Covid19 até 21/06/21 (de acordo com registros de óbito no sistema SIVEP-Gripe, Secretaria de Estado da Saúde de SP)
Óbitos de filhos, cônjuges, pais, etc., desde que o(s) óbito(s) tenha(m) ocorrido dentro do núcleo familiar.
– Valores e forma de pagamento:
R$1.800 por membro familiar vitimado pela Covid19
Pagos em 6 parcelas mensais de R$300, julho a dezembro de 2021
Valor será pago do seguinte modo:
“Token”/”voucher” com senha e login gerado no Portal Bolsa do Povo, que permitirá o saque nos caixas eletrônicos Banco do Brasil e Banco 24 Horas
Gradualmente, beneficiários receberão cartão magnético do Programa Bolsa do Povo e o saque do valor será realizado com uso do cartão, nos caixas eletrônicos Banco do Brasil e Banco 24 Horas
Fotos: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui