O movimento solidário continua aquecendo a cidade de Arujá neste mês de junho, que marca não somente os 169 anos de fundação da cidade, como também o início do inverno. Em muitos locais agasalhos e cobertores estão sendo doados para a campanha que visa minimizar o desconforto das famílias em situação de vulnerabilidade durante as baixas temperaturas previstas. Mas nem só de agasalhos vive a solidariedade arujaense, muitos comércios, empresas e também cidadãos têm levado sua oferta de alimentos ao Fundo Social, para que se possa alimentar aqueles que realmente necessitam.

Na última segunda-feira 14, as Lojas Pernambucanas, recém chegada a Arujá, fez sua doação, através do gerente Edson Oliveira. Foram entregues à primeira dama Clau Camargo, que preside o Fundo Social, 50 cestas básicas completas de alimento. “Fomos muito bem acolhidos nesta cidade e não podíamos deixar de participar dessa corrente solidária, que visa atender às pessoas mais necessitadas. A equipe das Lojas Pernambucanas se sente feliz em colaborar”, comentou Oliveira durante a entrega.

As Óticas Diniz, representada pela publicitária Esther Coutinho, também aproveitou o momento para fazer a entrega 30 cestas básicas de alimentos e outras 20 de higiene pessoal. “Esta também é nossa forma de agradecer a esta cidade que aniversaria e que é tão acolhedora com as pessoas que aqui vêm realizar seus sonhos. Nesta pandemia achamos que é importante não só viabilizar alimentos, mas também produtos de higiene porque também é uma forma de ajudar na proteção contra a Covid por isso a óticas Diniz providenciou também esta doação de kits de higiene pessoal”, comentou.

Da mesma forma a Era Imóveis, imobiliária mais antiga da cidade, por meio do seu representante Oswaldo Coutinho Júnior, fez a doação de dez cestas básicas de alimentos e 40 cestas de higiene e limpeza “Não poderíamos deixar de participar deste grande movimento e trouxemos estes alimentos e os produtos de limpeza e higiene com o desejo de que possamos colaborar para que as pessoas possam se proteger contra a Covid” disse.

Na oportunidade, ao expressar sua gratidão quanto a estas doações, Clau Camargo informou que nos últimos seis meses o órgão arrecadou mais de cem toneladas de alimentos e distribuiu para mais de 8 mil famílias. “No momento estamos atendendo 214 famílias em situação de extrema necessidade e só conseguimos graças a este espírito solidário que os arujaenses estão demonstrando, os comerciantes, empresários, entidades e cidadãos que doam durante a vacinação e outros que trazem aqui como fizeram as Lojas Pernambucanas, a Era Imóveis e Óticas Diniz. Somos imensamente gratos e isso nos permite dizer que não vamos deixar nenhum arujaense passar por necessidade alimentar, porque juntos nós venceremos este desafio”, disse.
Na semana anterior, doações foram feitas também pelos Condomínios e Maçonaria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui