Marco Feliciano faz alerta: “estão usando a educação para perverter seus filhos”

Marco Feliciano faz alerta: “estão  usando a educação para perverter seus filhos”

“Tudo o que vocês ensinam para seus filhos em termos de valores morais e princípios é totalmente desconstruído na escola. Vocês ensinam uma coisa em casa, mas na escola eles aprendem outra. Os seus filhos são pervertidos através da educação”.

O alerta foi do pastor e deputado federal Marco Feliciano, que esteve em Arujá na sexta-feira como preletor convidado da programação de julho da Assembleia de Deus Madureira, o Festival de Delícias do Milho 2018.

Falando para mais de 300 pessoas, Marco Feliciano destacou que não tem medo de enfrentar patrulhas na luta “contra a desconstrução da família e da sociedade”. Ele reforçou ao pelo para que os pais acompanhem o que os filhos fazem na escola, detalhando que a educação é um campo fértil para ideologias que se opõem à família.

“Infelizmente, meus queridos, o Ministério da Educação (MEC) ainda é totalmente dominado pelo esquerdismo. São militantes disfarçados de pedagogos, muitos em cargos importantes do MEC, e que estão promovendo uma verdadeira revolução cultural através da educação. E nós precisamos enfrentar isso”, afirmou Feliciano.

O deputado deu como exemplo uma escola de São Paulo onde foi dito aos alunos para trocarem de “código de vestimenta” durante as aulas. “As meninas tinham de se vestir como meninos, e os meninos de meninas. Ficam confundindo as crianças, enchendo a cabeça delas de pura ideologia. Nossos filhos estão sob ataque todos os dias”.

Feliciano questionou até mesmo a proposta da escola de tempo integral. “O seu filho vai ficar o dia inteiro na escola. Será que é bom mesmo? Ele estará longe das drogas na escola? Ele estará salvo da ideologia? Ou o seu filho vai ficar o dia inteiro lá aprendendo que ele não é homem, e a sua filha que ela não é mulher?”, questionou.

O deputado federal afirmou que o projeto de lei federal Escola Sem Partido tem grande força em Brasília. “Vamos aprovar esse projeto. Quem educa é o pai; a escola apenas ensina. E nós que somos pais que vamos transmitir valores aos nossos filhos, não o professor que defende drogas, aborto e todo tipo de perversão”, destacou.

ADVERTISEMENT
ADVERTISEMENT
ADVERTISEMENT
ADVERTISEMENT
Sidebar