O deputado Roberto de Lucena (PODE) confirmou em entrevista ontem ao Jornal de Arujá que o município de Arujá deverá receber até o encerramento do primeiro semestre recursos no valor de 1 milhão de reais, destinados por ele através de indicações ao orçamento federal e estadual. “Nós havíamos firmado compromisso com a cidade de Arujá de alocar R$ 500 mil para a compra de medicamentos e insumos, mas agora conseguimos também R$ 500 mil em recursos estaduais que serão direcionados ao município para o enfrentamento à pandemia”, assegurou.

O parlamentar destaca que saúde sempre foi a grande prioridade do seu mandato e que tem atendido não só Arujá, mas o Alto Tietê. “Também destinamos para Santa Isabel R$ 600 mil em recursos federais e R$ 400 mil em recursos estaduais, além de R$ 200 mil para a Santa Casa, que recebe pacientes de todas as cidades, inclusive Arujá”.

Para Itaquaquecetuba também foi destinado pelo deputado um recurso na ordem de 1 milhão de reais para o custeio, para que a Prefeitura possa obter medicamentos e insumos. “Estou exemplificando com essas três cidades, mas deixo claro que todas as cidades do Alto Tietê foram beneficiadas com recursos indicados pelo nosso mandato”.

Sabemos que esta região não está em situação diferente de outras cidades brasileiras e que o sistema está colapsando neste momento crítico da pandemia. Isso nos deixa muito tristes, porque lutamos com isso há muito tempo. Há anos estamos nos mobilizando para dotar a cidade de Arujá com um hospital de ponta, mas só no finalzinho de 2019, graças à ajuda do presidente Bolsonaro, é que o recurso para a construção foi liberado e estamos esperançosos que em breve a construção se torne realidade. Muita gente criticou, questionando sobre como iríamos sustentar um hospital, mas isso a gente viabiliza lá na frente por meio de recursos estaduais. Quem nos dera que já tivéssemos este hospital pronto para atender a população nesta pandemia da maneira que ela merece.”, ponderou Lucena.

O deputado disse apoiar integralmente a petição dos prefeitos do Alto Tietê ao governador João Dória por um hospital de campanha. “Estive com o governador no sábado justamente para reforçar este pedido, porque nossa região precisa desse hospital de campanha a fim de salvar vidas. E quero dizer que no Congresso assinamos uma lei para que os municípios possam comprar vacinas e é claro que vamos nos mobilizar em busca de recursos para ajudar as Prefeituras na compra destas vacinas para que a imunização possa ser acelerada”, disse.

Lucena acredita porém, que até que a vacinação chegue para todos o tratamento precoce deveria se tornar opção. “Sou sim defensor do tratamento precoce porque está confirmado que muitas vidas podem ser salvas e temos bons resultados em Limeira, Porto Seguro, Porto Feliz e outras cidades. Sei que isso divide opiniões entre médicos, mas neste momento de colapso dividir não leva a nada, é preciso tentar para evitar que as pessoas cheguem a precisar dos leitos de UTI. Além disso, precisamos agir com consciência coletiva e cidadã, obedecendo os protocolos, usando máscara, álcool gel e sendo solidários ao invés de sairmos por ai em busca de culpados”, desabafou.

 

 

Foto: Raul Oliveira

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui