Na quinta-feira (4), às 10h, o Fundo Social de Solidariedade e a Secretaria de Meio Ambiente inauguraram o EcoBazar, uma das frentes do projeto EcoItaquá. A população poderá adquirir os produtos da loja após juntar tampinhas plásticas e/ou embalagens longa vida e trocar pela moeda social EcoCash.

Cada 1 kg de tampinhas ou 20 caixinhas longa vida (caixas de leite, suco, creme de leite ou achocolatado, por exemplo) valem 1 EcoCash. Alimentos não perecíveis e produtos de higiene pessoal estarão disponíveis na loja custando quantidades de moedas diferentes. A dinâmica consiste em juntar as moedas e trocar pelos produtos.

“Com a separação e descarte correto de materiais recicláveis, o projeto vai incentivar a educação ambiental no município”, disse a primeira-dama e presidente do Fundo Social, Mila Prates Queroz.

A loja está localizada na rua Capitão José Leite, s/n – centro (ao lado do número 25 e em frente à base policial da Praça Padre João Álvares) e a cerimônia de inauguração contará com a presença do prefeito Eduardo Boigues, de representantes das secretarias, parceiros e da Ong Espaço Urbano, idealizadora do projeto Recicla Cidade.

“Muita gente vai deixar de jogar no lixo os produtos que poderão ser trocados no EcoBazar. É uma maneira de agregar valor àquilo que não teria utilidade”, acrescentou o prefeito Eduardo Boigues.

Ainda dentro do EcoItaquá, foi realizado um concurso entre os alunos da rede municipal para a escolha do mascote do projeto. Outra frente é o KM Solidário, em que o participante doa a quilometragem que percorre por meio do aplicativo que leva o mesmo nome. E o EcoTamps, que é a entrega voluntária de tampinhas plásticas em escolas, estabelecimentos comerciais, associações e igrejas participantes do projeto.

“Estamos engajados em fomentar novos hábitos de educação ambiental na população e esperamos que a adesão cresça e seja duradoura”, reforçou o secretário de Meio Ambiente, João Carlos Navarro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui