GCM de Suzano atende a cinco ocorrências no feriado prolongado

GCM de Suzano atende a cinco ocorrências no feriado prolongado

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano participou de cinco ocorrências de destaque durante o feriado prolongado da Proclamação da República, celebrado nesta terça-feira (15/11). Entre elas, duras eram referentes ao descumprimento de medidas protetivas de segurança emitidas pela Justiça em favor de mulheres vítimas de violência.

O primeiro caso ocorreu no sábado (12/11), por volta do meio-dia, no bairro Cidade Boa Vista. Agentes da Patrulha Maria da Penha foram acionados porque o agressor estava ameaçando a própria avó com uma faca. Ele foi detido por isso e por ter desrespeitado uma medida protetiva.

Os guardas chegaram até o local e encontraram alguns familiares do lado de fora da casa, aguardando a viatura. No interior, o agressor estava alterado e chegou a bater em uma prima quando ela tentava defender a idosa. Foi necessário o uso de algemas para conter o acusado. O caso foi encaminhado para a Delegacia Central de Polícia.

No mesmo dia e bairro, agentes da Ronda Ostensiva Municipal (Romu), durante patrulhamento pela rua Ezequiel Corrêa Machado, avistaram um indivíduo tentando fugir após notar a chegada da viatura. Antes da fuga, o suspeito jogou uma mochila preta com 36 papelotes de maconha, 104 pinos de crack e R$ 23. O tráfico também foi registrado na Delegacia Central.

Um dia depois (13/11), pouco antes das 13 horas, uma equipe da Ronda Ostensiva Motorizada (Romo) atendeu denúncia de morador que havia testemunhado um homem estacionar uma motocicleta Honda Fan de cor prata sem a placa de registro. No local indicado, na rua Murilo de Matos Faria, também no Boa Vista, os agentes encontraram o veículo e, após consulta com os demais dados, receberam a confirmação de que era produto de roubo. A moto foi levada para a Delegacia Central e o caso deve ser investigado para apontar os autores do crime.

Ainda no domingo, depois das 14 horas, a Patrulha Maria da Penha entrou novamente em ação para deter outro agressor que havia desrespeitado medida protetiva. Este caso ocorreu no Jardim Maitê e, segundo o grupamento, o homem invadiu a casa da ex-companheira e a agrediu na frente dos filhos menores. E foi justamente um deles que conseguiu acionar a corporação. Ao perceber que a GCM havia sido chamada, o homem resolveu fugir, mas acabou sendo detido a poucos metros da casa.

A vítima informou que esta não é a primeira vez que o ex-marido transgride a medida judicial, porém, em outra ocasião, ele fugiu antes da chegada dos agentes. Também aos guardas, o homem destacou que sequer sabia da proibição de encontrar a vítima. O caso foi levado para a Delegacia Central e o suspeito permaneceu preso por descumprimento de medida protetiva e lesão corporal.

Por fim, no dia do feriado nacional, a GCM localizou 73 pinos de cocaína, 23 papelotes de maconha e quatro frascos de lança-perfume na rua 30, no bairro Cidade Miguel Badra. O suspeito de promover o tráfico de drogas acabou fugindo. O material foi apreendido e levado para a Delegacia Central.

Para o secretário interino de Segurança Cidadã de Suzano, Afrânio Evaristo da Silva, a atuação da GCM neste feriado prolongado mostrou que a corporação se mantém alerta mesmo durante os dias aparentemente mais calmos. “Não podemos baixar a guarda, temos que ficar sempre de prontidão para ajudar a esclarecer os crimes e auxiliar na promoção da segurança de nossa cidade e nossa população, colaborando tanto com a Polícia Civil como com a Polícia Militar”, definiu o chefe das pasta.

Mais Notícias

Sidebar