Formação para o ensino híbrido: Secretaria de Educação e UNG oficializam parceria na sexta-feira

Formação para o ensino híbrido: Secretaria de Educação e UNG oficializam parceria na sexta-feira

A Secretaria Municipal de Educação e a Universidade de Guarulhos (UNG) oficializam na sexta-feira, em solenidade na sede da Pasta, a parceria que visa proporcionar aos professores da rede básica um ciclo de formação para o fortalecimento do ensino híbrido, ou seja, o ensino que é ministrado em parte remotamente e em parte presencialmente. De acordo com a secretária Elaine Gentil, titular da Educação em Arujá, a ação faz parte da organização para a retomada gradual das aulas no segundo semestre.

Segundo explicou, esse ciclo de formação será desenvolvido pelo núcleo de pedagogia da UNG e supervisionado por uma especialista da instituição. “Todo nosso núcleo pedagógico estará envolvido no projeto com a participação dos coordenadores de ensino de cada unidade. O objetivo é capacitar os professores para que eles possam desenvolver com os alunos um trabalho de reforço e de recuperação de conteúdos perdidos ou não aprofundados durante o período de pandemia. Na verdade, é uma forma de preparar os profissionais para este que parece ser um caminho permanente para o futuro”, disse Elaine Gentil.

Ela salientou que assim como acontece em todos as cidades do Brasil, há uma preocupação maior com a questão da alfabetização. “Temos alunos que estão chegando à terceira série sem a efetiva alfabetização, isso em consequência de toda a situação vivida por conta da pandemia, e nós estamos buscando solução para isso. Como não temos a possibilidade de contratar professores especialistas neste momento, tratamos de buscar parcerias e a UNG abriu as portas para nós e creio que será uma parceria extremamente positiva”.

A abertura será marcada pelo professor Adolfo Tanzi Neto, que comandará o Ciclo de Formação, por meio de plataforma virtual. Tanzi é doutor em Linguística pela PUC-SP, com estágio doutoral na Universidade de Oxford e mestre em Linguística Aplicada pela Unicamp. Autor do livro “Ensino Híbrido: Personalização e Tecnologia na Educação”, é um dos precursores do Ensino Híbrido no Brasil.

A secretária informou também que a retomada das aulas será gradual, mas não será obrigatória. “Temos famílias que estão ansiosas pelo reinício das aulas presenciais e outras que não desejam enviar seus filhos à escola, assustados ainda com a pandemia. Então, de comum acordo com o prefeito Luís Camargo, decidimos que estaremos preparados tanto para a retomada presencial quanto para o ensino à distância. Os pais que não enviarem seus filhos para as aulas presenciais terão a garantia de que eles receberão o ensino remoto”, assegurou.

A maioria dos profissionais da rede municipal receberam a vacina. Segundo a secretária, dos mil e duzentos profissionais de ensino pouco mais de 180 aguardam para receber o imunizante. Além disso, segundo adiantou Elaine Gentil, os uniformes escolares já foram adquiridos e serão entregues para todos alunos no reinício das aulas. E a novidade fica por conta da distribuição do leite em pó para todos os alunos.

“Nós já fazíamos a distribuição do leite em pó e cestas básicas para os alunos das creches e de período integral, agora estaremos atendendo 8 mil alunos cadastrados para o recebimento destes alimentos e também vamos distribuir a cada estudante um pacote de leite em pó, com a quantidade que cada um usufruiria durante o seu expediente escolar. E isso é para que esses estudantes não sejam prejudicados no seu reforço nutricional, porque frequentando a escola todos recebiam a merenda e isso era importante. Então podemos dizer que estamos fazendo tudo para que o reinício das aulas aconteça da forma mais positiva em todos os sentidos e na expectativa de que, em algum momento esse retorno às aulas presenciais irá acontecer para todos”, concluiu.

ADVERTISEMENT
ADVERTISEMENT
ADVERTISEMENT
ADVERTISEMENT
Sidebar