Cursos para atendimento a pessoas com deficiência no transporte escolar formam 248 pessoas em 2022

Cursos para atendimento a pessoas com deficiência no transporte escolar formam 248 pessoas em 2022

Um total de 248 pessoas – entre condutores e auxiliares do transporte escolar ou os que pretendem ingressar nessas funções – participou em 2022 dos cursos de capacitação para o atendimento de pessoas com deficiência promovidos pela Prefeitura de Guarulhos. Nesta sexta-feira (13) foi realizada mais uma formação para uma turma de 20 alunos no auditório da Subsecretaria de Acessibilidade e Inclusão (SAI), no Macedo.

A iniciativa da SAI, integrante da Secretaria de Direitos Humanos, em parceria com a Pasta de Transportes e Mobilidade Urbana, é gratuita e visa a sensibilizar e compartilhar técnicas e abordagens para o transporte seguro desses alunos. Ela é uma exigência aos profissionais da área, ou aos que desejam entrar, prevista na lei municipal 6.768/2010.

“Profissionais do transporte quando têm essa possibilidade de formação podem lidar com mais qualidade com as pessoas com deficiência e o atendimento digno a esse público é o diferencial. É gratificante poder acompanhar o desempenho e o interesse dos participantes. Por outro lado, quando uma pessoa com deficiência chega a seu destino bem e com segurança, uma janela de oportunidades se abre diante dela”, afirmou o subsecretário de Acessibilidade e Inclusão, Gilberto Penido.

Aprovação

Regina Célia de Lima, de 50 anos, trabalha como cuidadora em uma instituição de ensino e pretende atuar como monitora de transporte escolar. “A aula é muito interessante porque tem assuntos, como os tipos de deficiência visual, que eu não conhecia”, contou a moradora do Jardim Paraventi.

Funcionário público há três anos, Eduardo Prato, de 38 anos, já trabalhou no Samu e atualmente presta serviço no transporte ambulatorial da Prefeitura. “Já fiz outros cursos, mas este foi o melhor pela dinâmica que tem. Confesso que fiquei surpreso com o curso, pois as informações passadas são interessantes e há detalhes como a forma de abordar o passageiro que fazem a diferença, enriquecem e podem ajudar as pessoas”, disse o motorista.

Curso

A capacitação tem duração de quatro horas e inclui aula teórica abordando assuntos como os diversos tipos de deficiência, como agir dentro da van escolar, formas de abordagem, estudos de caso no transporte escolar, tipos de transporte escolar no Brasil, segurança, serviços oferecidos e direitos da pessoa com deficiência.

A aula oferece ainda aos participantes uma vivência de empatia na qual eles ficam vendados e com a ajuda de uma pessoa caminham no entorno da subsecretaria. No trajeto passam por obstáculos enfrentados cotidianamente por pessoas com deficiência, como degraus, postes e árvores. É ofertado certificado de conclusão. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 2414-3685.

Imagens: Sidnei Barros/PMG

Mais Notícias

Sidebar