Comoção marca cerimônia de homenagem póstuma a Hélio Rosa

Comoção marca cerimônia de homenagem póstuma a Hélio Rosa

Aplausos, lágrimas e honrarias marcaram a noite de homenagem póstuma a Hélio Rosa, histórico comandante da Guarda Mirim de Arujá. Além do descerramento da placa que dará seu nome à guarda que comandou por décadas, no Centro de Convivência da Criança e do Adolescente (CCCA), houve discursos emocionados para um Plenário repleto de ex-alunos, amigos, familiares e autoridades públicas.

O projeto de Lei nº 293/2020 que dá o nome do comandante à Guarda Mirim é de iniciativa do vereador Abelzinho (PL) e da ex-vereadora Ana Poli, ambos presentes à cerimônia. Foi aprovado em dezembro de 2020 e sancionado pelo prefeito Luís Camargo (PSD), tornando-se a Lei Municipal nº 3358/2021.

Discursos
Kelly Linares, ex-aluna da Guarda Mirim dos anos 1990, foi a primeira a homenagear o antigo comandante. “Além da disciplina, aprendíamos conceitos como carinho, amizade e honestidade, coisas que levamos para nossa vida”, descreveu Kelly, hoje bombeira civil.

Sargento Silvio Tardin, bombeiro aposentado, narrou como foi acolhido como voluntário na Guarda Mirim e falou de sua amizade com Hélio. “Sempre me espelhei na figura de Hélio, que partiu, mas deixou um legado para todos nós”, disse.

Adão Vagner Ursino, diretor do Centro de Convivência da Criança e do Adolescente, descreveu Hélio como uma figura ímpar. “Hoje somos carentes de novas lideranças. Uma coisa que Hélio sempre me ensinou sobre a instituição foi a importância de formar novos líderes”, descreveu o diretor.

Ex-vereadora e autora do projeto, a presidente do Lions Club, Ana Poli (PL), destacou a importância de atividades complementares como as desenvolvidas na Guarda Mirim para uma formação mais ampla na vida dos cidadãos. “O senhor Hélio deixou sua marca na vida dos arujaenses. A foto da placa de homenagem foi muito bem escolhida: o representa com o sorriso que era sua marca”, disse.

Abelzinho (PL), presidente da Câmara Municipal de Arujá, parafraseou seu pai, o ex-prefeito Abel Larini, ao dizer que participar de solenidades como aquela dignificavam o trabalho de prefeito ou vereador. “Essa homenagem vai ficar gravada na história do Legislativo. Passarão séculos e teremos pouquíssimas figuras tão relevantes como a de Hélio Rosa, que dedicou sua vida a nossa Guarda Mirim Municipal”.

“Quem teve a oportunidade de estar ao lado de Hélio Rosa, tenha certeza: esteve ao lado de um grande ser humano, um grande homem, um grande pai de família”, assinalou o chefe do Legislativo.

Despedida
Depois de narrar o quanto suia trajetória na Guarda Mirim representou para sua vida, o tenente João Batista, atual comandante da corporação, afirmou que “Eu não pude me despedir dele, nem agradecer pelo que fez por mim e por jovens de Arujá. Eu não pude dar as honras pelo que ele fez. Então, neste momento, agradeço à Câmara por podermos honrá-lo, como ele sempre mereceu, nesta cerimônia”, declarou Batista, sob aplausos do Plenário lotado

Mais Notícias

Sidebar