O arujaense Tarik Amin Riman conquistou a prata na disputa do Campeonato Brasileiro de Karatê, realizado na cidade de Caucaia, no Ceará, no dia 29 último. Ele que tem 14 anos, disputou na categoria juvenil até 15 e mostrou no tatame porque sagrou-se campeão paulista no ano passado, com todos os predicados para vencer a luta com seu adversário nordestino.

Tarik é discípulo do professor Alcimar, da Academia Shitsukê de Arujá e teve que superar as dificuldades de uma disputa que foi antecipada em algumas horas, saindo do aeroporto direto para o ginásio de esportes. Apesar do cansaço natural da viagem, conseguiu desde o primeiro round neutralizar o adversário, sem ser derrubado nenhuma vez e fazendo por merecer o ouro. No final, por uma questão de pontuação da arbitragem, acabou ficando em segundo lugar.

“O importante é que foi uma disputa intensa, dentro dos parâmetros e uma oportunidade para aplicar as técnicas aprendidas com o professor Alcimar, o que muito me honra. Foi uma prata com sabor de ouro, já que os pais do meu adversário vieram me cumprimentar e dizer que se surpreenderam com o karatê apresentado, da mesma forma o sensei da Academia do meu adversário e vários atletas disseram que fiz jus ao ouro. Então sai de lá muito feliz e com desejo de me preparar ainda mais para a disputa do Sul Americano”, disse o jovem atleta.

Tarik, que é um amante da leitura e deseja seguir carreira no Direito afirma que enquanto puder conciliar o esporte com seus estudos, pretende seguir representando a cidade de Arujá na modalidade do Karatê, sempre buscando aprimorar sua técnica e postura. O atleta conta com inteiro apoio dos pais, Amin e Tatiana Riman, e se diz agradecido pelo suporte carinhoso dos pais e principalmente à Academia Shitsukê onde treina desde os seis anos de idade com muita disciplina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui