Promovida pela Secretaria Municipal de Cultura na Praça do Coreto, a Feira Literária de Arujá teve sua abertura oficial no domingo, 08, com a apresentação da Orquestra de Metais da EE Pastor Carlos Richard Strautmann. O Evento se estenderá até 15 de agosto, com várias atrações para despertar o interesse pela leitura e valorizar a atividade literária, inclusive, com a venda de títulos diversos com descontos muito especiais. A feira acontece das 08h00 às 20h00 todos os dias.

    Segundo o secretário de Cultura, Juvenil dos Santos, a feira abrange a todos os públicos, principalmente o infantil, para o qual foi montado uma programação especial com um cronograma, a fim de que os alunos das escolas arujaenses possam participar.

“Todos os dias a tarde e a noite nós também vamos contar com a presença de um escritor local, que estará expondo e autografando livros, e também respondendo às perguntas das pessoas sobre a obra e sobre os caminhos da literatura. Inclusive, no próximo dia 12, o escritor e historiador João Machado, participará de uma roda de conversa aqui na feira”, informou o secretário.

Nesta segunda-feira o evento contou com participações de Silvana Cardoso, Voz e Violão, bem como do escritor Dudu Almeida, além de sessões de Contos e Encantos da menina Nina. Na terça-feira, 10, está prevista a distribuição de mudas pela Secretaria do Meio Ambiente, atividades do Circo Bremer, além das sessões Contos e Encantos da menina Nina. Na sexta-feira, 13, haverá também uma doação de livros, que será entregue ao prefeito Luís Camargo para a Biblioteca Municipal.

    Segundo Hadassa Santos, voluntária da Pasta, no próximo sábado, 14, a programação ganha uma conotação bastante popular, com a apresentação de poesia de rua, com o pessoal do Rap. “É uma atividade mais voltada para os jovens, popularmente conhecida como Slam, que vai revelar nossos poetas e enriquecer a atividade literária com batalhas de versos e rimas”, informou, lembrando que o sarau cultural fecha o evento no domingo, dia 15.

    Para Renan Lucena, também voluntário que tem auxiliado na organização do evento, a expectativa do evento já foi alcançada. “A movimentação está muito boa, mesmo antes de começar já era possível sentir o interesse da população. A gente só está fomentando, ajudando a viabilizar o evento para satisfazer esta expectativa da população.

    Orquestra Strautmann

    A participação da orquestra da EE Strautmann foi um momento bastante apreciado pelo público. A orquestra vem sendo viabilizada através de uma parceria entre escola, a Polícia Militar e Associação Viva Arujá, que vem cedendo o maestro e monitores para o ensino da música.

    Antes da belíssima apresentação liderada pelo maestro Ulisses, a cabo PM Kátia Moura agradeceu a todos os que acreditaram no projeto “Educação Através da Música, revelando meu silêncio”. “O que essa parceria tem garantido a estes estudantes da EE pastor Richard Strautmann não se resume a tocar um instrumento, mas a ter expectativas, a ter sonhos e perceber que é possível conquistá-los. Essa parceria mostra também que é possível resgatar e valorizar os nossos jovens através da música, que é uma arte transformadora”, disse.

    O maestro Ulisses, por sua vez, dedicou a apresentação à memória do falecido maestro Henri Leite, da Banda Marcial de Arujá, que foi um incentivador do projeto, e à memória de seu próprio pai.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, comente
Coloque seu nome aqui